Poema de Karline Batista em Árvore de Minas Gerais

Poesia em árvore de Governador Valadares (MG)

Poesia em árvore de Governador Valadares (MG)

De repente encontrei um projeto que une minhas duas paixões : poemas e árvores. Sem titubear escolhi um dos meus textos mais recentes, Canto Jaguaribano, e encaminhei. Hoje com prazer li que o meu poema havia sido selecionado e quão feliz fiquei ao receber essa notícia. Não houve prêmio em dinheiro, troféu ou certificados, mas com certeza, meu coração sente-se condecorado por participar de uma exposição poética tão peculiar e acessível ao povo.

Os poemas ficaram expostos amilhares de pessoas até o dia 31 de janeiro no centro de Governador Valadares /MG, pendurados em diversas esquinas e na praça dos Pioneiros. Nesta edição, o projeto encontrou apoio da prefeitura da referida cidade integrando a programação de aniversário de 74 anos de emancipação. Vale ressaltar que o projeto foi finalista em 2011 do prêmio Vivaleitura, premiação concedida pela OEI – Organização dos Estados Ibero-americanos, Ministério da Cultura, Ministério da Educação e Fundação Santillana (Espanha).

Eu e o poeta Robson Alves fomos os únicos representantes da região nordeste desta edição.

Colaboraram para a edição de janeiro/2012:
Cirlene Vitor – Governador Valadares/MG
Edivânia Tavares – São Bernardo do Campo/SP
Edweine Loureiro da Silva – Saitama/JAPÃO
Eliana Wissmannalyanack – São Paulo/SP
J.P. Hergesel – Alumínio/SP
Janaina Barroso – São Bernardo do Campo/SP
Jessé Ribeiro Félix – Morretes/PR
Juarez Montenegro – Rio de Janeiro/RJ
Karline da Costa Batista – Aracati/CE
Lana Alpino – Governador Valadares/MG
Lenise M. Resende – Rio de Janeiro/RJ
Lilly Araújo – Anápolis/GO
Livia Vernaci Estrella – São Paulo/SP
Marcelo Rocha – Governador Valadares/MG
Marco Hruschka – Maringá/PR
Mariney Klecz – Niterói/RJ
Mauricio de Oliveira – São Paulo/SP
Regina Costa – Rio de Janeiro/RJ
Roberta Lima Fraga – Brasília/DF
Robson Silva Alves – Coaraci/BA
Valdir Azambuja – Campinas/SP
Vinícius Pacheco – Rio de Janeiro/RJ
Conhecendo o Projeto.
Projeto de incentivo à leitura que acontece mensalmente desde agosto de 2010 e que consiste em pendurar poemas de autores não famosos em árvores de praças, ruas e calçadões da cidade de Governador Valadares. Surgiu a partir do esforço do poeta Marcelo Rocha em construir alternativas que ofereçam à sociedade acesso gratuito à leitura.

Objetivo Principal:
Tendo por força o ineditismo do projeto – é o primeiro no país nesse formato, é inovador e complementa as formas tradicionais de leitura – o “Um poema em cada árvore” busca elevar os níveis de leitura e cultura da população brasileira.
Objetivos específicos:
  • Ampliar as possibilidades de leitura através da construção de alternativas que ofereçam à sociedade acesso gratuito à leitura
  • Abrir espaço para a divulgação da produção literária de escritores desconhecidos do grande público
  • Valorizar e aproximar a poesia do grande público
Resultados obtidos:
  • Finalista do Prêmio Vivaleitura 2011, concedido pelo Ministério da Educação, Ministério da Cultura e  OEI (Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura), com patrocínio e execução da Fundação Santillana e apoio do Consed e da Undime.
  • 14 edições realizadas
  • Participação de mais de 100 poetas de diversas cidades do Brasil
  • Repercussão nacional e internacional: O projeto recebeu destaque em alguns veículos da internet, como o site da Editora Blocos, Clube dos Escritores de Ipatinga, Circuito Fora do Eixo, Clube do Livro de Salvador, Barkaça (Divinópolis), Galinha Pulando (Salvador), Espaço Fluxo (BH), Coletivo Fórceps (Sabará), Triplov (Portugal) e 23 (vinte e três) blogues pessoais. Ainda gerou matérias no Diário do Rio Doce e no Jornal Hoje em Dia (BH), O Jornal (Alagoas), além de entrevista na Rádio UFMG Educativa.
  • Público atingido: Uma parte considerável da população valadarense já foi atingida pelo projeto. Incluem-se aí as pessoas que fazem caminhadas diárias ao redor da Lagoa Santa, pessoas que frequentam as praças onde também acontece o projeto e considerando que também são atingidas pelo projeto as milhares de pessoas que passam pelas ruas do centro de Governador Valadares a quantidade de pessoas atingidas pelo “Um poema em cada árvore” torna-se ainda mais amplo.
COMO PARTICIPAR;
 
Qualquer pessoa pode colaborar com textos em verso. Os trabalhos devem ser enviados até o dia 15 de cada mês para o email contato@institutopsia.org, digitados em word, fonte Arial, tamanho 16. É necessário que o poema caiba em apenas uma página. Os textos enviados serão avaliados pela coordenação do projeto e selecionados conforme qualidade literária e adequação ao público. A participação no projeto é voluntária e não haverá pagamento de direitos autorais. Todo o material enviado poderá ser reproduzido na internet, no blog e Flickr do Instituto Psia preservando sempre a autoria de cada poema.
Encaminhe também as seguintes informações:
NOME COMPLETO
BLOG OU SITE PESSOAL (SE TIVER)

CIDADE E ESTADO
DATA DE NASCIMENTO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s